Para inaugurar o selo da Cesárea: As imagens escritas em papel de croissant da fotógrafa e escritora Adelaide Ivánova, que num jogo de palavras seduz e brinca com textos sobre amores, perdas e ganhos. Um livro de pura sedução estética.

<Conheça o livro>

Saiba mais